Janaína Fonseca: ‘todos são felizes por eu ser mobilizadora’

Carisma, inovação, seriedade e um orgulho danado em fazer bem feito o que faz: é assim que quem conhece a mobilizadora Janaína Rodrigues da Fonseca, do Sindicato dos Produtores Rurais de Curvelo, fala do trabalho da profissional de 38 anos, que há quatro é o elo entre a entidade cooperada e os alunos do SENAR MINAS em Curvelo e região. Seu maior prazer? Ver a satisfação dos participantes no final de cada curso, muitos transformando suas vidas e melhorando a renda.

Nascida e criada em Curvelo, a sorridente mobilizadora ama viajar. É filha de produtora rural e a família do marido também é de produtores. “Tudo que tenho veio do campo, tudo que construí em minha vida se deve ao campo”. A família, composta pelo marido, pela mãe e pelo irmão – que é casado e tem duas filhas – mora próxima e se ajuda. Eles abraçaram a profissão de Janaina com admiração e incentivo. “Todos são felizes por eu ser mobilizadora”, conta.

Formada em Serviço Social e Estudos Sociais, e professora de Geografia, a trajetória de Janaína sempre esteve ligada ao campo e ao trabalho com as pessoas. Atuou por 13 anos como assistente de relações sociais em uma empresa de reflorestamento e depois como educadora social em comunidades rurais para uma ONG que a levou para outros estados. Nessa época, ela conta, já conhecia o trabalho do SENAR MINAS – e admirava muito. Assim, quando veio o convite do Sindicato de Curvelo para trabalhar como mobilizadora, ela não pensou duas vezes: “fiquei muito feliz com o convite, e por já conhecer o trabalho maravilhoso do SENAR, aceitei de imediato. Gosto muito do trabalho que faço!”.

O segredo de Janaína para o sucesso é: “organização, dedicação, compromisso. Apresentar os resultados do trabalho para o Sindicato, para os produtores e para o SENAR. A importância é acreditar que o trabalho bem feito vá proporcionar às pessoas que buscam os cursos do SENAR melhoria em suas rendas e qualidade em suas vidas”. No que depender dela, o futuro irá pelo mesmo caminho: mais capacitação para melhorar o que faz e atender ao público rural cada vez mais, com qualidade, eficiência, assertividade e muita alegria – “E é assim que pretendo seguir até quando Deus quiser! Muito gratificante!”.